Primeira punição por maus tratos a animais em Andradina teve até uso de drone

Redação c/ PM -10/06/2021 20:19

O dono de um cachorro suspeito de estar sofrendo maus tratos foi o primeiro a ser penalizado em Andradina de acordo com o novo Código de Posturas aprovado ano passado. A autuação foi feita pela Atividade Delegada, na manhã desta quinta-feira 10, no Jardim das Orquídeas.

Sem a possibilidade de checar a denúncia, em razão do muro alto, os PMs recorreram a um drone do Batalhão. Era bem cedo, chovia, a temperatura estava baixa e não foi visualizado qualquer tipo de abrigo ou alimento para o animal, aparentemente fraco e com lesões pelo corpo.

Durante a ação o proprietário chegou e confirmou ter alimentado o cão alguns dias atrás, pela suspeita de leishmaniose. Levado ao 2° DP ele foi liberado após o registro do caso, mas mediante o compromisso de levar o cachorro a um médico veterinário para tratamento e posteriormente apresentar o laudo. 

O tutor assinou Termo de Recomendações e Orientações da APAAR (Associação Protetora dos Animais de Andradina e Região), ciente das ações que precisará adotar para a saúde do cachorro, afim de amenizar sua situação com a Justiça.

Segundo a equipe da Atividade Delegada o valor da multa pela infração de maus-tratos [art. 328 do Código de Postura Municipal], varia de no mínimo 3 e no máximo 10 UFM, aplicando-se o dobro da multa na reincidência específica, conforme art. 329 do mesmo código.