CTG Brasil reafirma compromisso ambiental em 2020 com diversas ações de abordagem multissetorial

Por assessoria de imprensa c/ fotos de moises eustáquio e henrique manreza - 05/06/2020 18:55

Empresa planeja investir pelo menos R$ 29,8 milhões em projetos socioambientais, mantendo patamar atingido em 2019, mesmo diante de cenário desafiador causado pela pandemia de Covid-19

A CTG Brasil, umas das líderes em geração de energia limpa no País, prevê investir em 2020, no mínimo, R$ 29,8 milhões em projetos socioambientais, mesmo valor destinado à área em 2019. “Neste cenário desafiador que estamos vivendo, em meio à pandemia de Covid-19, precisamos manter o foco no que é importante para o País e a preservação do meio ambiente é um dos itens essenciais”, afirma Aljan Machado, Diretor de Meio Ambiente, Saúde & Segurança do Trabalho da CTG Brasil.           

       

O respeito e cuidado com a natureza fazem parte da essência da CTG Brasil, que gera energia 100% limpa suficiente para atender cerca de 16 milhões de brasileiros. Mas a companhia vai além, com uma abordagem multissetorial que contribui ainda mais com a preservação do meio ambiente. Para Salete da Hora, diretora de Marca, Comunicação e Sustentabilidade da CTG Brasil, “é necessário ter uma estratégia abrangente, com foco social e ambiental caminhando juntos, para que os resultados sejam mais expressivos e duradouros. O engajamento social é muito importante para alcançarmos a proteção do meio ambiente”.


A empresa atua com preservação da biodiversidade e dos recursos hídricos, reflorestamento e manutenção de áreas de preservação permanentes, monitoramentos ambientais, projetos sociais (parte com foco na preservação ambiental) e iniciativas de educação ambiental. No total, a CTG Brasil mantém 130 programas ambientais.

Para contribuir com a biodiversidade e garantir o uso adequado das áreas próximas às usinas administradas pela empresa, que somam 8.494 Km – uma área maior do que a extensão de toda a costa brasileira –, a CTG Brasil realiza monitoramento via satélite. Todas as margens das usinas foram mapeadas e são periodicamente fotografadas. As imagens, tratadas em sistema informatizado, permitem identificar pontos com mudanças ou desvios.

Além disso, apenas em 2019, a empresa reflorestou 240 hectares, uma área equivalente a aproximadamente 336 campos de futebol, a partir do plantio de cerca de 400 mil mudas de árvores, uma média de 1,6 mil mudas por hectare plantado. Outros 50,9 mil hectares são mantidos como áreas protegidas. Os cuidados com a biodiversidade também se estendem às águas dos reservatórios das usinas hidrelétricas. Um dos principais esforços nesse contexto é o repovoamento de peixes nos reservatórios, por meio da liberação, a cada ano, de 3,6 milhões de alevinos, nome dado aos peixes com poucos meses de vida.

Dentre as principais iniciativas sociais com foco em conscientização ambiental previstas para 2020, vale destacar o Museu Planeta Água, em Curitiba (PR), que será o primeiro espaço museográfico totalmente dedicado a desvendar a origem e os usos da água, em uma abordagem abrangente e multidisciplinar, apresentando aspectos científicos, históricos, sociais, educacionais e de saúde.

Outro projeto patrocinado pela empresa é o Conhecendo os ODSs, que levará para escolas públicas do País um circuito de atividades em que crianças de 6 a 14 anos poderão aprender como atitudes simples do dia a dia fazem a diferença para a criação de um mundo mais sustentável, em linha com os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU).


A empresa também mantém o andamento de seus projetos de Pesquisa & Desenvolvimento, com as devidas adequações de segurança pertinentes ao período de pandemia. Um exemplo é o projeto que visa facilitar o ciclo reprodutivo de espécies de peixes ameaçadas de extinção, caso da piracanjuba, utilizando uma espécie de “barriga de aluguel”. Com o uso de técnicas de biotecnologia, cientistas irão transpor gametas da piracanjuba para que se desenvolvam em outras espécies de peixes, o matrinxã e o

lambari. A expectativa é permitir a reprodução artificial e em larga escala. O controle genético do mexilhão dourado e o aproveitamento de macrófitas para a produção de biocombustível, além de pesquisas em turismo sustentável, são outros projetos de P&D em desenvolvimento que trazem benefícios ao meio ambiente.

Sobre a CTG Brasil

Criada em 2013, a CTG Brasil é uma empresa da China Three Gorges Corporation, uma das líderes globais em energia limpa. Com investimentos em 17 usinas hidrelétricas e 11 parques eólicos, o portfólio da CTG Brasil hoje tem uma capacidade total instalada de 8,28 GW.

Segunda maior geradora privada de energia do país, a CTG Brasil conta com a dedicação de seus talentos locais e está comprometida em contribuir com matriz energética brasileira, pautada pela responsabilidade social e respeito ao meio ambiente.