Morre Mauro Máximo, membro da Academia Andradinense de Letras

Por Redação - 09/10/2019 09:46

Faleceu nesta quarta-feira 9, em Andradina, Mauro Máximo da Silva, 71 anos, um dos integrantes da Academia Andradinense de Letras e há anos atuando no serviço de inspeção do frigorífico local. O velório acontece na empresa Rosa de Sarom, na Avenida Guanabara, e o sepultamento previsto para 17h.

Mauro estava internado na Santa Casa desde a madrugada de sábado passado, após sofrer uma queda no banheiro de casa e bater a cabeça.

Horas antes, ainda na sexta-feira, ele participou do evento organizado na Câmara de Vereadores, oportunidade em que a Academia prestou homenagens a duas personalidades.

Na ocasião, segundo consta, recitou um poema. Posteriormente, se sentiu mal, foi encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento, em seguida ao hospital e liberado na sequência. Quando foi se banhar sofreu a queda, conforme informações obtidas com outro integrante da Academia.

Mauro Máximo era um dos mais antigos literatos de Andradina e foi vice-presidente da Aliandra – Associação dos Literatos de Andradina. Atualmente ocupava o cargo de 1º secretário na Academia Andradinense de Letras. Ele deixa esposa, filha e neta.

O presidente da Academia, Ronaldo Mainardi e todos os integrantes lamentam o seu falecimento.