Construção das 124 casas está em ritmo acelerado em Castilho

Por assessor de imprensa - 12/04/2019 17:50

A Prefeita Fátima Nascimento tem acompanhado de perto a construção das 124 casas populares no conjunto Castilho “F”. A obra tem investimento de R$ 8,49 milhões com recursos do Governo do Estado e é executada pela empresa Alcance Engenharia e Construção.

“O que me deixa feliz é saber que nesta obra estão trabalhando 14 pais de família e todos eles são de Castilho. Um compromisso assumido com a empresa construtora e que vem sendo cumprido. Assim que aumentar a demanda, vamos aumentar o número trabalhadores castilhense”, disse Fátima.

Diego Rosales é um desses 14 funcionários que atuam na construção das moradias populares. Antes desempregado, hoje ele atua como ajudante de pedreiro e agradece a oportunidade recebida. “Quero agradecer a Administração da cidade e também a Alcance por acreditarem em mim. Pois por meio desse serviço posso levar o sustento para casa”.  

De acordo com o engenheiro responsável pela obra, Guilherme Rodrigues Camargo, o cronograma da construção está dentro do prazo previsto para 36 meses. Porém, a empresa aguarda liberação da CDHU para aumentar  a produção e reduzir o prazo para 24 meses. “havendo essa liberação vamos aumentar as contratações e usaremos a mão de obra toda da cidade”, disse Guilherme.

CASA PROTÓTIPO – Em breve a empresa Alcance Engenharia montará uma casa protótipo que estará aberta para visitação. Segundo o engenheiro essa casa será um modelo de como ficarão as 124 casas a serem sorteadas depois de pronta.

As casas serão entregues todas prontas com instalações de rede elétrica, água e esgoto. Também haverá sistema Fotovoltaico em cada moradia proporcionando aos futuros moradores redução na conta de energia.

Para a Prefeita Fátima, o maior sonho dela é poder realizar o sonho daqueles que ainda não possuem casa própria. “Eu tenho certeza que esse sonho está muito perto de ser realizado”, finalizou.

 A previsão da Secretaria de Habitação é entregar ao menos 74 casas em julho de 2020 e o restante em outubro 2021. O período para inscrições das moradias ainda não foi definido e deverá ser amplamente divulgado após liberação da própria CDHU.