Castilho cria programa inédito de Educação Ambiental e foca metas do Município VerdeAzul

assessoria de comunicação -15/09/2021 20:25

Iniciativa adequa o Município a legislações federais, estaduais e municipal, contribuindo para a formação escolar na área ambiental e aproximando Castilho dos principais objetivos do Programa Município VerdeAzul

Na busca por implementar políticas públicas cada vez mais eficientes e que contribuam diretamente com a melhoria dos índices socioeconômicos oficiais que avaliam o grau de desenvolvimento do município em todos os aspectos, o Prefeito Paulo Boaventura enviou à Câmara de Castilho o Programa Municipal de Educação Ambiental.

A proposta aprovada pelos vereadores nesta semana, é mais um importante passo dado em 2021 para adequar toda a legislação e ações do Governo Municipal aos objetivos e metas do Programa Município VerdeAzul, criado pela Secretaria de Meio Ambiente do Estado de São Paulo em 2007.


O Programa Municipal de Educação Ambiental é inédito e foi elaborado pela Secretaria de Agricultura, Meio Ambiente e Turismo (SAMAT), em parceria com a Secretaria de Educação, Cultura e Desporto, contemplando a educação ambiental na rede de ensino (inclusive escolas estaduais) e também com a população em geral, visando a conscientização e mobilização social.

TRABALHO CONJUNTO

“O Programa será desenvolvido com ênfase nos aspectos como Arborização, Resíduos Sólidos, Biodiversidade, Tratamento de Esgoto e Sustentabilidade do Município, com ações de monitoramento da qualidade do ar e dos nossos Recursos Hídricos, dando a devida atenção especial à utilização eficiente e sustentável destes recursos”, explica o secretário da SAMAT, José Carlos Justi.

“A Secretaria Municipal de Educação se encarregará de levar ao conhecimento dos alunos castilhenses cada um dos programas Ambientais em desenvolvimento no município, contribuindo para o surgimento de novas ideias, fomentando a participação dos estudantes na preservação do meio ambiente e no planejamento consciente do uso de cada bem natural disponível”, explica a secretária de Educação, Silvania Cintra.


JÁ EM ANDAMENTO

Este abrangente processo mencionado pelo secretário vinha sendo amplamente discutido desde o início do ano entre diferentes setores da atual Administr