Ex-vereador Wilson Bossolan deixa PPS e anuncia fim da carreira política

Por moises eustaquio / foto de Bossolan em frente ao Cartório Eleitoral - 10/08/17 - 23:30

Primeiro suplente da coligação PPS/PPL, o policial militar da Reserva e ex-vereador Wilson Aparecido Bossolan, protocolou pedido de desfiliação partidária do PPS (Partido Popular Socialista) e abandona eventual sucessão à vaga na Câmara de Andradina. O ato ocorreu na tarde de quarta-feira (9) e põe fim à sua carreira político-partidária.

O suplente teve seu mandato cassado em 2016, por infidelidade partidária. Em junho do ano passado foi condenado por deixar o PT e se filiar ao PPS.  

“Passei por momentos difíceis, mas nunca fui oportunista ou desonesto em minha vida toda. Mesmo assim um partido que diuturnamente estampava os noticiários dos jornais com nome atolado em corrupção (PT) não me deixava confortável para permanecer na legenda. Optei em sair e a sigla ingressou com ação por infidelidade partidária. Perdi o mandato, porém não a dignidade nem o caráter”, explicou.

Vereador por dois mandatos (2008 a 2012 e 2013 a 2016), Wilson Bossolan presidiu a Câmara de Vereadores e até dias atrás era o sucessor direto do vereador Mário Henrique Cardoso, o “Mário Gay”, eleito em 2016, mas que também corre risco de ser cassado por infidelidade partidária. “Não estaria confortável em assumir uma vaga pelo mesmo motivo que fui cassado”, comentou.

POSTURA DIGNA

Segundo o ex-vereador, “Mário Gay” protocolou pedido de desfiliação do PPS, mas viu seu nome envolvido em um monte de falácias, principalmente em rede social.  “As pessoas não pedem sua opinião, mas fazem críticas como se fossem donas da verdade”, comentou.

“Disseram que eu estava envolvido em armação para derrubar o ´Mário Gay´ sem ao menos me consultar. Se acharam no direito de me acusar e hoje estou mostrando o que penso e minha forma de agir. Não que eu deva algum tipo de satisfação a alguém, mas é importante que as pessoas não saiam tecendo comentários infundados contra os outros e principalmente à minha pessoa”, desabafa Wilson Bossolan.

“Fiquei quieto, sem me manifestar, no entanto, meus familiares e amigos sabiam que se o ´Mário Gay´ perdesse a cadeira eu jamais assumiria, mesmo que novamente fosse acusado de qualquer coisa: covarde ou quem sabe até de corrupto por acharem que teria vendido a vaga ao meu sucessor direto”, ressaltou. 

“Se o `Mário Gay´ errou que pague por seus erros, mas não serei eu o responsável por assumir a vaga da mesma forma como um dia ela me foi tirada”, avalia Bossolan.  “Como cristão, quero ficar em paz, fazer o bem, dedicar meu tempo à minha família e não me beneficiar de algo por determinação judicial ou qualquer outra que seja”, ponderou o ex-vereador.

VEREADOR EM TEMPO INTEGRAL

Prestes a completar 52 anos no próximo dia 29, Wilson Bossolan decidiu encerrar sua carreira política. “Não é mais minha intenção disputar novas eleições. Hoje estou tendo a oportunidade de permanecer em casa, com minha família, de sair, pescar, coisa que não era possível antes”, pontua ele.

“A maioria do tempo era disponibilizada em favor do mandato de vereador, seja em reuniões, sessões, em viagens a São Paulo e Brasília e também em atendimentos em minha própria casa quando os munícipes me procuravam à noite, em finais de semana ou por meio de ligações”,

Independentemente do horário, o então vereador sempre estava à disposição dos munícipes, mesmo nos raros momentos de descanso que dispunha.

“Vou permanecer sem me filiar a nenhum partido e não vou dizer que nunca mais me envolverei em política, mas quando eu o fizer será para ajudar algum amigo, mas não pretendo mais disputar nenhum tipo de eleição”, atesta o ex-parlamentar. 

CONQUISTAS 

A parceria de quase oito anos entre Wilson Bossolan e o vereador Márcio Makoto (PT) renderam milhões de reais em investimentos para Andradina. Os parlamentares foram responsáveis diretos para a liberação dos conjuntos habitacionais “Nova Canaã” e “Quinta dos Castanheiras”, com investimentos de R$ 52 milhões. 

A dupla também conquistou a praça esportiva “Céu das Artes” (R$ 2 milhões); UPA 24h (R$ 1,2 milhão), recursos para reforma do estádio municipal e ginásio “Curiango” (R$ 800 mil); construção de UBS e equipamentos (R$ 2 milhões); infraestrutura com asfalto novo e recapeamento (R$ 8 milhões); tratores para todos os assentamentos rurais do município (R$ 1 milhão) e outros investimentos.

“Essa parceria com o Makoto rendeu muitos investimentos para a população de Andradina e borracha alguma vai apagar nossa história. Curiosamente, como os vereadores que mais conquistaram benefícios para o município ficamos como suplentes na eleição passada, mas o que fizemos foi bem feito e com o objetivo de ajudar os andradinenses”, avaliou Wilson Bossolan.