Andradina perde para Rio Preto e dá adeus à Copinha; torcida foi a sensação afirma a FPF

Por Da Redação - 11/01/2019 19:54

O Andradina E.C. foi eliminado da Copinha ao perder para Rio Preto, em casa, na tarde desta sexta-feira 11. O gol que assegurou a vitória do time visitante ocorreu no segundo tempo, para decepção de aproximadamente cinco mil torcedores.

Mas em sua primeira participação no jubilei de ouro do evento esportivo a representação de Andradina até que se destacou, superando a primeira fase em que muitos clubes grandes e favoritos sucumbiram.

Na etapa inicial, o Foguete da Noroeste teve algumas chances de marcar, mas faltou calibragem nos arremates e mais entrosamento entre os atacantes, do contrário teria grandes chances de matar o jogo.

Já o segundo tempo teve domínio de Rio Preto, sólido no setor defensivo e astuto nos contra-ataques; e foi num deles que o time fez o gol da classificação.

Ao Andradina não faltou garra, mas alguns atletas não tiveram bom desempenho. Apesar das tentativas de acertar o gol, o meia esquerda Vagalume, um dos talentos do grupo, não rendeu como nos outros confrontos e em várias oportunidades prevaleceu o individualismo no ataque.

Destaque para o goleiro Dorival, que embora tenha sofrido o gol, fez defesas importantes que evitaram o placar mais amplo para o adversário, uma delas com o pé, cinco minutos antes de Rio Preto marcar.

SONHO ADIADO

Por enquanto o sonho de avançar na Copinha acabou, mas o AEC fez a alegria de milhares de pessoas, boa parte de cidades vizinhos que veio torcer pelo Foguete da Noroeste.

Famílias inteiras e gente que nunca havia ido ao estádio prestigiaram quatro partidas disputadíssimas e em todas elas mostraram empolgação e incentivo ao clube local. Tanto é verdade que o Príncipe da Noroeste recebeu o maior público registrado pela Federação Paulista de Futebol nesta primeira fase.

Ressaltamos o empenho da Secretaria de Esportes do Governo de Andradina, parceira da FPF na promoção do torneio em Andradina pela primeira vez, além de toda a assessoria da prefeita Tamiko Inoue, a Polícia Militar e os patrocinadores.

Além de proporcionar lazer e entretenimento com a maior paixão do brasileiro, a competição movimentou o comércio ambulante, dentro e fora do estádio, e o que é importante frisar: sem incidentes.