Castilho: Moagem de cana na Viralcool volta ao normal após temporal e danos

Por moises eustaquio - 09/10/2018 16:27

A moagem de cana de açúcar usada na produção de etanol, açúcar e outros derivados da matéria-prima voltou à normalidade na tarde desta terça-feira 9, na Usina Viralcool em Castilho, após o restabelecimento de energia elétrica provocada por avarias na rede atingida por queda de árvores.

Uma parte dos eucaliptos no entorno da unidade industrial foi abaixo com um temporal que chegou à região oriundo de MS. Segundo registrado pela meteorologia, o vento alcançou 74 km/h e derrubou muitas árvores.

Uma deles danificou a rede elétrica e paralisou as atividades na empresa da Família Toniello. Vários eucaliptos que no dia a dia servem de abrigo para centenas de colaboradores e terceirizados durante almoço e descanso foram arrancados e aos menos dois caíram sobre o prédio da lanchonete ao lado do estacionamento de visitantes.

O temporal também dificultou o principal acesso à indústria por causa da queda de árvores de uma reserva e atrasou a troca de turno antes das 18h. Do lado oposto, o vento forte arremessou a telha de um setor da indústria contra um dos galpões infláveis usados para armazenar açúcar.

O acessório foi abaixo e parte do produto foi prejudicada pela chuva. Hoje, colaboradores da usina atuavam na remoção do material após o seguro ser acionado. A força do temporal assustou diretores e colaboradores que estavam na usina. Felizmente, ninguém se feriu e aos poucos a unidade vai retomando a normalidade.